Dia do Irmão com leitura!

21:58


Oi gente!

Hoje, dia 5 de setembro, é o dia do irmão, você sabia?

E para celebrar vamos de leitura!! hahaha, sempre né?!

Porque para comemorar, e porque acredito no papel das famílias em formar leitores desde a infância, não tem melhor forma de festejar: lendo - e lendo junto! Sim! Para rir das histórias juntinhos, para se “ver” na história também… rsrsrs…

Quem tem irmão sempre tem histórias pra contar, seja das brigas, seja do amor que sentem, de defender um ao outro…

Depois que tive minha segunda filha pude entender em uma outra dimensão o que é este amor tão rico e belo, que chega até a me emocionar… Tenho uma irmã também, a quem amo MUITO, e a quem defendo com unhas e dentes rsrs… hummm.... mexe com minha irmã pra ver se não viro onça kkkk…

Ter irmão é bom demais né?? Uma companhia com quem se pode contar pra vida toda, alguém que se tem para relembrar as histórias da família, reviver bons momentos…

E vamos então às nossas dicas de leitura de hoje???

Temos dois grandes autores da nossa Literatura Infantil: Ana Maria Machado e Ilan Brenman… Ah, sou suspeita pra falar dos livros dele, quem acompanha o blog sabe rsrs… E igualmente nutro imensa admiração pelo enorme legado da Ana Maria Machado!

Essa dica de hoje vem recheada de diversão e boas histórias!



A primeira delas é A maravilhosa ponte do meu irmão, de Ana Maria Machado.

São dois irmãos (ou, como chama o Bruno, narrador da história - rimão, um desses apelidos engraçados que surgem da relação entre irmãos rsrs) que têm entre si uma capacidade incrível de compartilhar uma imaginação criativa a partir de um objeto simples, a quem os adultos dão pouca importância… Mas na mente dos meninos, esse objeto pode se transformar em coisas extraordinárias durante suas brincadeiras…


No início do livro, Bruno fala das coisas mais legais de se ter um irmão: companhia para proteger do medo durante as trovoadas, ajuda para alcançar o pote de biscoito láaaa no alto do armário, aprender novos truques para vestir as roupas… rsrs… Até o dia em que são convidados para o aniversário do vizinho do prédio, Felipe, e a mãe do menino pergunta à mãe de Bruno e Henrique onde ela comprou a tal ponte maravilhosa que seu filho tanto falava que os amiguinhos possuíam e que ele desejava ganhar uma igual no aniversário…




É aí que esse simples objeto passa a ganhar a dimensão e os contornos da imaginação das crianças, e o livro relembra a nós, adultos, a importância de manter viva a capacidade de olhar com os olhos de uma criança o nosso mundo ao redor… Sim, porque a simplicidade da infância também nos mostra que não é necessário ter brinquedos caros, importados ou o último lançamento… E na vida adulta isso se estende a outras situações...

Sabe aquela história de dar um brinquedo à criança e ela se interessar mais pela caixa do que pelo brinquedo em si? Pois é, voltemos a este estado: brincar e ser feliz não precisa ser complicado nem difícil - basta darmos um novo olhar ao que está ao nosso redor e veremos que a felicidade reside na simplicidade da vida! Muitas das melhores coisas da vida são de graça, não é o que dizem?

E daí te faço um convite: que tal aproveitar mais vezes (e sem pressa) os abraços apertados, o cheirinho no cabelo do seu filho, um beijo de boa noite, uma brincadeira em família... O que pode parecer uma simples história de livro pode também nos brindar com uma bela reflexão a respeito disso… E nossa grande autora Ana Maria Machado sabe como fazer isso com maestria!




Já o livro Papai é meu! conta a história de duas irmãs que passam o dia inteiro disputando a atenção do pai… É papai pra lá, papai pra cá, papai o dia inteiro! Eiita que esse pai era solicitado rsrsrs… Todo dia era a mesma coisa entre as duas irmãs: papai é meu! De manhã até a noite… Todos os dias…



Numa bela manhã, durante um passeio, eis que a encrenca diária recomeça, e cada uma puxava pro seu lado o braço do pai até que…. ele se parte em dois! Bem ao meio hahaha… Nos dias que seguem elas percebem o tamanho de seu erro: metade de um pai não consegue mais atender as necessidades delas, não pode ler direito o livro, não dá comida na boca nem balança no parquinho… Então as duas irmãs são obrigadas a se juntarem e encontrarem uma solução para ter seu querido pai de volta: uma cola para unir pai!! E eis que a paz volta a reinar naquele lar, agora com uma nova frase: Papai é nosso!!! Rsrs…


Uma divertida leitura sobre união entre irmãos, do jeitinho Ilan Brenman de nos surpreender e retratar as situações cotidianas em família… Às vezes parece que ele está dentro das nossas casas vendo cada coisa que acontece e transformando em livro depois hahaha…

Aproveita aí que, como dizem, essa fase passa muito rápido… Registra tudo pra relembrar depois e mostrar aos seus filhos quando crescerem, pois esse amor de irmão é muito lindo de ver e de viver!!! Celebremos ao amor!!!

Um abraço e até o próximo post!
Jaqueline

Fichas Técnicas:
A maravilhosa ponte do meu irmão
Autora: Ana Maria Machado
Ilustradora: Bruna Assis Brasil
Editora: Objetiva, 2011
Páginas: 40
ISBN: 9788579620768

Papai é meu!
Autor: Ilan Brenman
Ilustradora: Juliana Bollini
Editora: Moderna, 2011, 1ª. Edição
Páginas: 32
ISBN: 9788516042189

Fonte da imagem de capa: blog Mãe me quer

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

0 comentários

Facebook

Instagram