Uma reflexão sobre o consumismo infantil no Dia do Consumidor

15:40



E hoje é dia do consumidor? É, sim, senhor!!!

Apesar de ser bastante comemorado pelas empresas com vários tipos de ofertas (fazendo o consumidor consumir ainda mais rsrs), esse dia pode ser também uma oportunidade de refletirmos sobre as relações de consumo na sociedade atual…

Sim, vivemos num mundo capitalista, e precisamos de dinheiro pra muita coisa… Mas precisamos realmente de muita coisa?

Lembro-me de uma reportagem na qual economistas orientavam sobre como lidar com os impulsos consumistas e davam dicas de educação financeira… Uma das coisas que mais me tocou foi: devemos nos perguntar 3 questões, diante de um item que queremos comprar…

A primeira é: eu realmente preciso disso?
Se a resposta for sim, a segunda pergunta é: eu posso comprar isso?
E se a resposta for sim, a terceira pergunta é: eu consigo esperar um pouco?”.

Se você começar a praticar este mantra, na maioria das vezes, vai ver que irá parar logo na primeira pergunta, e perceber, com o passar do tempo, que nem sequer precisa de certas coisas… Então, consumir, sim, mas desde que com consciência, e o que for necessário!

A partir desta reflexão, podemos dar muitos ensinamentos às nossas crianças… Sim, este tema pode e deve ser tratado desde a infância, principalmente se pensarmos nos recursos escasseando, na quantidade de lixo que se joga fora (lembre-se: não há fora no nosso planeta, tudo o que se produz e descarta na Terra vai continuar aqui, às vezes por muitos séculos!), nas perspectivas e nos possíveis cenários que as próximas gerações vão lidar… A conscientização pode começar cedo, se fizermos nossa parte, principalmente através do exemplo!!! Temos coisas em excesso? Podemos doar? Trocar? Desapegar? Isso vale para roupas, sapatos, brinquedos…

É sobre isso o que trata nossa dica de livro de hoje: Betina quero-quero, da autora e ilustradora Andréia Vieira…

Trata-se de um livro-imagem, com pouquíssimo texto, rica e lindamente ilustrado, por aí o blog já ficou fã, pois livros-imagem dão a possibilidade de você ler a história de diversas formas a cada vez que apresenta à criança… Observando as ilustrações, você conta a história um dia de um jeito, no outro já repara em outro detalhe, e já conta de outra forma, além do mais, a própria criança se envolve e quer ler do jeitinho dela também!!!



A Betina do livro (baseada na Betina verdadeira - a história é muito fofa, e em breve a autora irá nos conceder uma entrevista!) é uma criança que, desde bebê, tudo o que vê, quer… Consegue, inclusive, fazer aquele olhar de gatinho do Shrek e amolecer o coração dos pais para comprar um item pra lá de inusitado!!! A menina cresce, sempre cercada de presentes, que é o que ela mais gosta, mas um dia… Ela aprende uma lição pra toda a vida: a felicidade não mora nos bens materiais, não é no ter, mas sim, no ser/estar… E aprende de uma forma encantadora, que você vai conferir no final da história! Ah, se liga no insight que rola com o passarinho quero-quero da história...


O blog recomenda o livro e convida a todos a pensarem um pouquinho sobre como podemos ensinar nossas crianças a serem cidadãos futuramente conscientes sobre as relações de consumo ;D

No blog da Andréia (dá uma conferida aqui) tem também seus outros trabalhos como autora e, principalmente, como ilustradora (uma arte mais linda que a outra - apaixonamos nas colagens!!!).

Veja mais sobre Betina quero-quero nestes links:

Veja no vídeo abaixo a história sendo contada pela Cristina Hentz, do canal Historinhas para contar no Youtube (alerta de spoiler rsrsrs) :





Ficha técnica
Betina quero-quero
Autora e ilustradora: Andréia Vieira
Editora: DCL (Difusão Cultural do Livro), 2015 (1ª. ed.)
Páginas: 56
Brochura, 20x20 cm
ISBN: 9788536821276
Idade recomendada: a partir de 4 anos

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

0 comentários

Facebook

Instagram