Pra falar sobre cachos e amor próprio: Toinhoinhóins

12:26


Podia ser mais uma história de princesa... #sqn
Podia ser mais uma história da donzela que joga seus cabelos esperando o príncipe resgatá-la da torre para viverem o “felizes para sempre”... #sqn
Podia ser mais uma história sobre #princesas loiras de olhos azuis no padrão Disney... #sqn

Em “Toinhoinhóins”, a menina Carolina, que com a cabeleira enorme até lembra a Merida do filme “Valente” misturada com Rapunzel, com um orgulho danado de seus cachos e sua cor tal como “A menina bonita do laço de fita” (amamos!) não quer saber dessa história de jogar seus amados cachinhos para o principezinho que acha que ela quer ser salva do alto de sua... casa na árvore! rsrs...

Aqui a menina tem um orgulho enorme da sua negritude, aqui tem uma história linda de autoafirmação e um NÃO bem grande aos padrões de beleza impostos pela sociedade. E eu acho isso legal demais e extremamente necessário conversar com as crianças a respeito, pois elas precisam saber desde cedo que não têm que seguir padrão algum, que é preciso assumir sua identidade e saber que há uma beleza toda especial em cada um, e que vivenciar isso é lindo e muito necessário!

A “princesinha” quebra paradigmas quando dá um chega pra lá e fala que não quer ser salva, coisa nenhuma! mas convida o amiguinho a brincar com ela em sua casinha na árvore (sonho de qualquer criança), afinal, é isso que elas mais querem: simplesmente serem crianças e felizes! Um viva à leveza da infância e à sua forma simples de ver a vida.
Confere logo abaixo um pouquinho do livro:

Toinhoinhóins


Gostou da dica?
Escreve pra gente depois contando sua opinião =D
Um abraço e até o próximo post,
Jaqueline

Ficha Técnica
Toinhoinhóins
Autora: Fernanda Suaiden
Ilustradora: Lariane Casagrande
Editora: M3
Idade recomendada**: a partir de 3 anos
Fonte das imagens: ilustrações do livro fotografadas pela autora deste blog


* O livro foi adquirido pela autora do blog através de cortesia enviada pela editora. Em todo caso, a autora reserva-se ao direito de resenhar apenas as obras que tenha realmente gostado, de forma independente e isenta, e a apresentar sua opinião pessoal sobre as mesmas a partir das experiências de leitura obtidas =).
** A indicação de faixa etária é apenas uma sugestão do blog, o que vai variar conforme a exposição da criança às mais variadas leituras, a forma como a mediação da leitura é conduzida, entre outros tópicos que podem auxiliar na melhor interpretação/compreensão dos livros.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

0 comentários

Facebook

Instagram