Sobre refugiados e empatia: Poderia

13:10

 


Uma história sobre o poder da empatia, de colocar-se no lugar do outro e, principalmente, de imaginar o que é ser um refugiado: estou simplesmente APAIXONADA por “PODERIA”

 

Este tema sempre me desperta muita atenção. Sabemos que não são poucas as pessoas que buscam uma condição melhor de vida em outro país, aquilo que deveria ser minimamente possível em seu lugar de origem, tendo que partir para buscar refúgio em outro local. Com a pandemia, a situação de muita gente só fez piorar ainda mais.

 

Reunindo uma série de cenas comuns à infância, como brincadeiras de bola e de roda, um grupo de crianças fazendo seus desenhos ou indo à escola, uma dança ao ar livre, uma árvore onde todos vão brincar, a escritora Joana Raspall incita pensarmos sobre as várias possibilidades que poderiam ocorrer, se simplesmente o leitor colocar-se no lugar de outras pessoas. O que nos parece absolutamente trivial, as pequenas delícias e a simplicidade do nosso cotidiano, pode ser que também tenham sido para os personagens da história. Até o dia em que precisaram fugir de seu país e buscar a paz em outro local, afinal, todo ser humano busca e precisa de paz e condições dignas para sobreviver.

 

“Se você tivesse nascido em outro lugar, sua pele poderia ser branca ou ser negra”

“Se você morasse e outro país, diria ‘sim’ em uma língua estrangeira”

“Os amigos e as brincadeiras seriam diferentes”

 

Olha, não consegui me lembrar de ter lido um livro sobre esse tema que falasse tão direto ao coração, e numa mensagem tão curta, como em “Poderia”. A ideia é realmente despertar não só para o lado humano do leitor em reconhecer as dificuldades de quem foge para sobreviver, como também para colocar-se justamente sob o olhar de quem vive essa situação terrível. Pode ser que os refugiados um dia tivessem exatamente a vida que eu ou você que lê essa resenha tem. Mas um dia a situação mudou completamente para estas pessoas, portanto, coloquemo-nos no lugar delas, nunca se sabe o dia de amanhã também, de uma hora para outra tudo pode mudar…

 

A mensagem final é bastante importante e precisa tocar o coração das pessoas: é preciso ACOLHER, pois antes de qualquer coisa, somos todos humanos, lembre da frase daquela música: “É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã”. Emocionante, uma leitura de uma potência incrível! Compartilha este post com quem também vai amar essa dica!

 

Ah, e para conferir materiais sobre o livro e também para adquirir, basta entrar nesse link no site da editora

Espero que curtam essa dica, um abraço e até o próximo post

Jaqueline

 

Ficha Técnica:

“Poderia”*

Escrito por Joana Raspall

Ilustrado por Ignasi Blanch

Traduzido por Alexandre Boide

Editora: Brinquebook

32 páginas, indicado a partir de 3 anos**

Fonte das imagens: ilustrações do livro fotografadas pela autora do blog

 

* O livro foi adquirido pela autora do blog através de cortesia da editora. Em todo caso, a autora reserva-se ao direito de resenhar apenas as obras que tenha realmente gostado, de forma independente e isenta, e a apresentar sua opinião pessoal sobre as mesmas a partir das experiências de leitura obtidas =).

** A indicação de faixa etária é apenas uma sugestão do blog, o que vai variar conforme a exposição da criança às mais variadas leituras, a forma como a mediação da leitura é conduzida, entre outros tópicos que podem auxiliar na melhor interpretação/compreensão dos livros.

 


TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

0 comentários

Siga nosso Instagram